segunda-feira, 5 de março de 2012

REENCONTRO

Quanta afeição eu muito sinto agora
porque eu pude rever-te novamente
a aparição de ti, mulher, somente
essa minha existência revigora.

Sorver tua exígua presença embora
para mim é divino e o suficiente,
seja a graciosa voz em que se sente
seja a imagem bastante encantadora

que em ti encerra. Não sabes, a ventura
é capaz de gerar o mais possante
desejo, da mais lúcida loucura!

Decerto, a novidade desta vinda
faz transcender em tudo e a todo instante
o legado da tua estampa linda!

Salvador/BA, 2005